A internet é um daqueles ambientes cujo funcionamento parece claro a todos nós, mas que esconde vários detalhes importantes que não podem ser ignorados. Provavelmente você já deve ter ouvido falar em domínio e hospedagem, mas nem sempre sabe exatamente o que são. A gente explica:22

O domínio é o endereço próprio do seu site na internet. Ao comprar um domínio você estabelece que sua página irá ser instalada numa URL (Uniform Resource Locator – Localizador Padrão de Recursos) definida por você e devidamente registrada no Comitê Gestor da Internet (CGI), órgão brasileiro responsável pela gestão da internet no país. Um domínio registrado no Brasil, em geral, tem o formato:

www.endereco.com.br

Para registrar um domínio é necessário acessar a página www.registro.br ou utilizar o serviço de provedores de hospedagem no Brasil ou fora do país (para registro de domínios internacionais). Só é possível registrar endereços que não tenham ainda dono. A taxa de R$ 40 cobrada pelo registro garante a propriedade do endereço por um ano. Depois desse período, se o comprador não renovar o registro a URL voltará a ficar disponível para compra por outras pessoas.

No entanto, ter um domínio não é pré-requisito fundamental para a criação de um website. Há provedores que fornecem subdomínios gratuitos para seus clientes. Dessa forma o seu site ficará hospedado num endereço com o seguinte formato:

www.enderecodoprovedor.com.br/subdominio ou subdominio.enderecodoprovedor.com.br

A vantagem de se ter um endereço próprio é que isso confere uma aparência de profissionalismo ao projeto, além de proteger a marca e o seu espaço na internet. Ter um domínio com termos que remetam ao tema do site também ajuda o projeto a obter uma boa classificação nos mecanismos de busca como o Google.

Servidor de hospedagem

É a empresa que fornece o computador (servidor) no qual ficará hospedado seu site. Também irá garantir uma banda de acesso aos arquivos do site de forma a permitir que o tráfego diário que suas páginas receberam não enfrente problemas. Antes de escolher um provedor é necessário definir quais recursos a linguagem de programação usada no desenvolvimento do projeto serão necessários.

Por exemplo: um site desenvolvido com o CMS (Sistema de Gerenciamento de Conteúdo) Joomla precisará necessariamente de suporte a PHP (linguagem na qual o programa é baseado) e de um banco de dados MySQL (que é utilizado pelo sistema). Ambos recursos necessitam de um ambiente Linux. Já um site em ASP poderá utilizar um ambiente Microsoft Windows.

Além das características técnicas, o usuário também deve observar outros atributos da hospedagem, como:

– espaço disponibilizado em disco: espaço que será ocupado pelos arquivos do site. Um site Joomla, por exemplo, ocupa cerca de 25 Mb ao ser instalado. Se for alimentado só com texto, ele não irá ocupar muito mais espaço em disco. Mas se irá receber arquivos de vídeo, foto e áudio, considere isso ao contratar o espaço em disco do provedor de hospedagem.

– número de bancos de dados que podem ser criados: é útil poder gerar mais de um banco de dados. Principalmente se você quer, por exemplo, criar um website principal e depois enriquecê-lo com blogs, redes sociais e outros aplicativos.

– tráfego mensal de dados;

– política de backups da empresa;

– limitações quanto a subdomínios;

– limitações quanto a domínios adicionais e estacionados;

– políticas de FTP;

– instaladores automáticos para os sistemas mais populares.

 

FTP – File Transfer Protocol

O FTP (Protocolo de Transferência de Arquivos) é um padrão de comunicação entre computadores que permite a troca de arquivos entre um terminal e um servidor remoto. É através de um servidor FTP que o usuário poderá salvar no computador do provedor de hospedagem os arquivos do website que ele está desenvolvendo. Muito embora muitos provedores de acesso disponibilizem um administrador virtual de arquivos, o uso de um programa de FTP permite que o upload (envio de arquivos do computador pessoal para o servidor) e o download (cópia do arquivo do servidor para o computador pessoal) de arquivos seja mais rápido e simples de ser feito.

É possível obter programas gratuitos de FTP em sites de download como o Baixaki (www.baixaki.com.br) e Superdownloads (www.superdownloads.com.br). Uma vez instalado no computador, o programa de FTP só irá exigir que o usuário configure a conexão com o servidor de hospedagem. Uma vez conectados, a troca de arquivos entre os dois computadores é bastante simples. E ocorre de maneira muito semelhante ao do funcionamento do Windows Explorer.

Categories: web

Deixe uma resposta